Tem dúvidas? Envie-nos a sua questão ou marque aqui a sua sessão de esclarecimento online.

Ao enviar uma mensagem, colocando o seu Nome e Endereço está a aceitar a nossa Política de Privacidade e a inscrever-se na Mailing List.

  • Facebook - White Circle
  • LinkedIn - White Circle
  • Instagram - White Circle

Ready2Start © 2018

Av. Marginal, Ed. Parque Oceano, 3G, 2780-337 Oeiras
Lisboa - Portugal | info@ready2start.pt 

Sobre o empreendedor que ainda está empregado

Existe um mito que é causa de muitas desgraças. É frequente ouvir dizer que para se ser empreendedor é preciso abandonar tudo o que fazemos, incluindo o nosso emprego, para nos dedicarmos de corpo e alma à criação de um novo negócio. Que se deve arriscar tudo, incluindo o salário no final do mês, e avançar com força e determinação na construção de uma empresa.  Afinal, “quem não arrisca não petisca”, certo?


"O problema com esta ideia é que assume várias coisas que não são necessariamente verdade. Assume que todos os empreendedores querem criar os chamados “unicórnios”, ou seja, criar uma empresa que um dia irá valer milhões e milhões de euros (ou, mais frequentemente, dólares). Assume que todos os empreendedores têm de sacrificar uma boa parte da sua vida, muitas vezes a família e a saúde, para alcançarem o sucesso. E assume ainda que é necessário encontrar investidores com os bolsos largos, muito largos, para poder fazer crescer o negócio."


Aceda ao artigo Link to Leaders completo por aqui e conheça a visão do CEO da Ready2Start, António Lucena de Faria, sobre o empreendedorismo.




17 visualizações