Tem dúvidas? Envie-nos a sua questão ou marque aqui a sua sessão de esclarecimento online.

Ao enviar uma mensagem, colocando o seu Nome e Endereço está a aceitar a nossa Política de Privacidade e a inscrever-se na Mailing List.

  • Facebook - White Circle
  • LinkedIn - White Circle
  • Instagram - White Circle

Ready2Start © 2018

Av. Marginal, Ed. Parque Oceano, 3G, 2780-337 Oeiras
Lisboa - Portugal | info@ready2start.pt 

Dica 3#: Como testar Hipóteses de Negócio?

Ainda no tema das Hipóteses, a Dica #3 é sobre os melhores métodos para testar e validar o seu Modelo de Negócio.


Olá, olá!


Cá está a Dica #3 com mais um tema fundamental para o lançamento e gestão de qualquer negócio, ainda sobre as Hipóteses.


Para testar hipóteses deverá responder às questões: Qual é a hipótese? Qual o método escolhido para testá-la? Quais as métricas a utilizar? E, numa última fase: qual o resultado que permitirá considerar válida ou inválida a hipótese previamente concebida. A força das suas hipóteses pode ser medida e validada com os seguintes passos: 1) identificação de supostas necessidades do público-alvo;

2) reformulação destas em hipóteses;

3) classificação por ordem de importância;

4) planeamento dos testes apropriados;

5) condução dos testes;

6) conclusão das aprendizagens e, por fim, avanço do negócio.


Existem vários tipos de experiências que poderá aplicar com vista a testar os cenários hipotéticos que colocou: Entrevistas e Inquéritos: torna-se fundamental ir ao terreno conhecer os problemas reais que o seu público-alvo enfrenta, perceber se a sua oferta corresponde, de facto, a uma necessidade e se há possíveis clientes interessados. Este método afigura-se também como uma oportunidade para readaptar o seu produto. Pode optar por entrevistas de problema (que se focam na identificação de uma ou várias dificuldades/oportunidades do mercado) ou de solução (que procurar encontrar as características ideais para um produto que solucione o problema). Landing Page (A/B Testing): utilize uma única página de um site por forma a testar o retorno das suas hipóteses, expectativas e interesse do seu target. Na eventualidade de estar indeciso entre duas hipóteses, coloque-as numa mesma página de um website (landing page), mostrando a alguns visitantes uma das hipóteses (A) e a outros, a outra (B) e, com uma quantidade de tráfego gerado de forma igualitária para ambas, através de um “call to action” (ex. número de cliques ou pedidos de subscrição de newsletter), conseguirá compreender a que tem mais atratividade para o consumidor.Assim, pode obter o feedback e evitar falhar. Protótipos (MVP): deverá também criar um protótipo do seu produto/serviço a ser apresentado a possíveis consumidores para receção de opiniões e comentários. Note que poderá optar por um produto viável mínimo (cuja sigla em inglês é MVP), isto é, um produto apenas com as características fundamentais de algo que terá, futuramente, um conceito mais abrangente. Campanhas Online: utilize campanhas de anúncios online e tenha uma perceção do tamanho do mercado, custo de produção, e quais os aspetos mais apelativos ao público-alvo, analisando os cliques e conversões, consoante as mensagens utilizadas.

Até à Dica #4,

Equipa Ready2Start


10 visualizações